Dicas de economia doméstica para toda a família

5 de fevereiro de 2020

Aplicar economia doméstica no seu dia a dia é muito importante para o equilíbrio do orçamento familiar. Com isso em mente, é necessário que fique claro que todos os membros da família são responsáveis pelos gastos da casa.

Nossas especialistas em fazer da sua casa o lugar mais incrível do mundo entendem sua preocupação, afinal, todo começo de ano são diversas contas para pagar que acabam por atrasar aqueles planos que fizemos no ano novo. 

Então, reunimos algumas dicas para você começar a equilibrar o seu orçamento hoje. Confira!

1-  Organização 

Este é o maior segredo da economia doméstica. 

Separe uma hora na semana para levantar todas as entradas e saídas financeiras da sua família, afinal, se você não sabe quanto ganha e gasta, os outros passos não vão funcionar.

2- Cortes os gastos

Chegou a hora de definir a importância de todos os seus gastos mensais. Classifique-os por relevância e, assim, entender qual deles podem ser cortados.

Fique de olho nos grandes vilões da economia doméstica, como os gastos supérfluos com TV a cabo, planos de telefonia e serviços de assinatura. 

São facilidades que adicionamos à nossa rotina, mas que, em algumas situações, acabamos não aproveitando completamente.

3 – Encare as dívidas de frente  

Não existe economia doméstica quando se está endividado. Então, não adianta ficar empurrando para debaixo do tapete as dívidas. 

O primeiro foco do dinheiro que você vai economizar precisa ser para acabar com seus débitos.. 

Fácil falar, né? Sim, pode ser difícil, mas a perspectiva de futuro para famílias endividadas não é animador. Comece organizando todos os pagamentos que estão em atraso. 

Depois disso, comece a liquidar aqueles com os valores ou juros mais altos.

Algumas dívidas podem ser parceladas ou ter o seu valor reduzido em uma negociação. Quando se trata de economia doméstica, negociar é a melhor solução.

4- Reserva financeira

Quando começa a sobrar um dinheiro, nosso primeiro impulso é gastar. 

Por isso, tenha calma. Um orçamento saudável precisa de uma reserva financeira para emergências, afinal surpresas acontecem e você não vai querer se pego desprevenido.

Nossa recomendação é que você separe, no mínimo, o valor de seis meses das despesas da sua família. 

5- Pesquisar é preciso

A pressa é a inimiga da perfeição. Antes de comprar qualquer coisa, pesquise os preços. Em alguns casos, a diferença de valores para o mesmo produto pode chegar a 80%.

Use e abuse das ferramentas de busca e comparação de produtos e preços na internet. Seu orçamento agradece!


6 – Supermercado

Cada ano que passa e as contas do supermercado só aumentam, o orçamento e a economia doméstica chegam até a “suar frio” na hora de passar no caixa. 

Confira nossas sugestões para economizar até 30% nas suas compras:

  • Faça uma lista de compras: antes de ir ao supermercado cheque os armários, a geladeira e as gavetas e coloque no papel somente o necessário;
  • Planeje semanalmente as suas refeições: com isso, você sabe o que precisa comprar e evita desperdícios;

  • Experimente novas marcas. Ficar sempre preso à marca mais popular é um erro grave. Outras marcas podem ter valores mais amigáveis ou uma relação custo-benefício melhor;

  • Por fim, não vá ao supermercado com fome , se possível, não acompanhando de crianças. Dessa forma, você somente vai comprar o necessário.


7 – Transporte

Um carro garante muita praticidade e agilidade no dia a dia, mas o impacto no orçamento pode ser enorme se mal usado. 

Procure meios alternativos como bicicleta, ônibus e aplicativos de transporte.

Se possível, planeje os horários e o trajeto para transportar o máximo de pessoas possível em uma viagem única de carro ou aplicativo.

Curtiu a informação? Então compartilhe.

Aqui na Casa KM, além de produtos incríveis para cuidar do seu lar, você encontra muitas dicas e informações para fazer da sua casa o melhor lugar do mundo.


Até a próxima!